Psicólogo tem receita pronta para todos os problemas?

Psicólogo tem receita pronta para todos os problemas?

Quando temos um problema, um incômodo, uma situação que nos faz perceber a necessidade de fazermos uma terapia, esperamos, de uma primeira vez, resolver tudo a curto prazo e de forma simples.

O comum é, de fato, conscientemente não gostarmos de sofrer e querermos nos livrar deste mal o quanto antes. 

O processo terapêutico, entretanto, ocorre por outras vias e de maneira diferente a cada indivíduo. 

 

Não existe fórmula pronta

 

O processo de escuta é tão importante quanto o da fala. Aos poucos, o terapeuta passa a conhecer o paciente, suas questões, particularidades e histórias de vida. 

A partir disso e com o amparo de sua experiência e formação, traçará um caminho a ser percorrido em busca de compreender e fazer compreender aquelas questões e sofrimentos.

Assim, é impossível para um psicólogo ter a mesma resposta a todas as questões de seus pacientes. 

Não existe, da mesma maneira, uma “receita para o sucesso” ou um passo-a-passo para obtê-lo. 

É através da escuta e do contar que se definirão as estratégias e meios para conviver melhor e reinterpretar as angústias e demais questões que afligem o outro.

É importante para o paciente não ter uma expectativa de solução pronta ou prazo definido. 

Os próprios problemas e questões que culminam no sofrimento mental não surgem da noite para o dia. 

Costumam ser acúmulos, sedimentos de tempo e vivência que atingem um limite subjetivo. 

É preciso ter resiliência e ver a terapia como uma jornada de conhecimento de si e de encontrar com este auxílio, uma forma melhor de viver.

Add Your Comment